Neste Artigo:

Aquecimento de madeira: a importância da combustão

A eficácia de um sistema de aquecimento de madeira é condicionada por três fatores: a qualidade do aparelho, a qualidade da chaminé para garantir o calado e a qualidade do combustível utilizado. O desempenho e desempenho de fogões e lareiras agora exigem a instalação de um duto, independente no novo, na forma de tubulação (rígida ou flexível), no existente. Se a primeira vocação da conduta for uma evacuação segura e eficaz dos fumos, contribui para a qualidade da corrente de ar graças a um dispositivo concêntrico que traz ar fresco para o dispositivo de aquecimento (sistema Efficience ou Dualis da POUJOULAT). Este sistema de duto de parede duplo ou triplo puxa o ar para dentro do teto e o direciona diretamente para a fornalha do aparelho. Garante a combustão ideal do aquecedor, reduzindo assim as emissões de poluentes. Também evita a turbulência que pode atrapalhar o sorteio. Isenta, finalmente, qualquer perfuração da parede ou do solo para instalar uma fonte de ar no fogão ou na lareira. O duto deve estar associado a uma tomada no teto (agora personalizável) que atenda aos requisitos regulamentares para instalação (avisos técnicos correspondentes).

Isso pode lhe interessar


Instruções De Vídeo: mdesign técnicas de combustão - lenha