Neste Artigo:

Eu teria gostado de saber se a substituição de aquecedores convector convencionais instalados em uma residência de aluguel em 2012 por radiadores de calor programáveis, tipo Calidou da Noirot, dá direito a uma dedução ou crédito fiscal em 2016? Em caso afirmativo, em qual elemento esse imposto quebra? Apenas hardware? A pose só? Ou ambos? Agradecendo antecipadamente por suas respostas. Parabéns pelo seu site e obrigado pelo valioso conselho que você dá.

O Estado faz de tudo para desestimular o aquecimento elétrico, por exemplo, através do regulação térmica (RT 2012), que penaliza fortemente o aquecimento elétrico em novas construções. Nenhum radiador elétrico, mesmo com inércia, permite obter crédito fiscal mesmo que seja mais eficiente do que o convectores antigos. A única ajuda possível diz respeito à parte "termostato e regulação", ou seja, muito pouco, e desde que a aquisição e a instalação sejam fornecidas por uma empresa da RGE.

Sobre o mesmo tema

  • Perguntas / Respostas
    • Posso beneficiar de um crédito fiscal por ter comprado uma caldeira?
    • Uma caldeira elétrica é interessante e dá direito a um crédito tributário?

Isso pode lhe interessar


Instruções De Vídeo: Garantia de serviços com o mecânico