Neste Artigo:

O direito de passagem é o direito de qualquer proprietário de passar a propriedade do vizinho para poder voltar para casa quando não tiver acesso direto à via pública. Este direito está sujeito a regulamentação para evitar qualquer problema de vizinhança e qualquer abuso por parte das duas partes envolvidas.

Direito de passagem em terra (servidão)

Direito de passagem em terra (servidão)

Qual é o direito de passagem em um pedaço de terra?

O direito de passagem sobre a terra é o direito de qualquer proprietário que não tenha acesso à via pública (dominante passar no chão de um vizinho (servindo fundos) para se juntar a sua propriedade. O direito de passagem se aplica a pessoas, mas também a animais, veículos e redes de água, eletricidade, gás e telefone (servidão subterrânea ou aérea). O direito de passagem corresponde mais frequentemente a rota mais curta entre o fundo sem litoral e a via pública. Em alguns casos, a jornada não é a mais curta, mas a que é menos prejudicial para o proprietário do fundo de serviço. Ao comprar uma propriedade, informe-se antes, porque pode ser que uma associação de caça ou pesca tenha direito de passagem e pesca em sua propriedade.

Os direitos do fundo dominante e do fundo pagador

No caso de um pedido de direito de passagem, cada uma das duas partes tem direitos e obrigações de respeitar. O proprietário do fundo serviente não pode recusar o direito de passagem, mas é possível que ele peça uma indenização. O valor dessas indenizações será proporcional aos danos sofridos e será fixado por um acordo amigável (acordo escrito) ou por recurso judicial quando as duas partes não puderem chegar a um acordo.
Neste caso, é o juiz quem determinará o montante da compensação. Eles podem ser pagos de uma só vez ou serão pagos periodicamente. O proprietário do Fundo de Serviço também terá comprometer-se a desenvolver uma passagem adaptada às necessidades do fundo dominante. Se a passagem é usada apenas pelo fundo dominante, é sua responsabilidade mantê-la. Se for usado por ambas as partes, a entrevista é de sua responsabilidade.

Período de validade de um direito de passagem

De acordo com a lei, o direito de passagem tem uma vida de 30 anos de idade. Após este período, o fundo serve a possibilidade de questioná-lo se o fundo dominante deixar de usá-lo. Esteja ciente de que, se o fundo dominante tiver acesso à via pública posteriormente, ele não poderá mais exigir um direito de passagem e o fundo servidoreiro estará livre de qualquer obrigação. Em algumas ocasiões, é possível reivindicar um direito de passagem temporário em uma propriedade vizinha para poder trabalhar em casa por exemplo. Neste caso, falamos de servidão da torre da escada.


Instruções De Vídeo: FAIXA de SERVIDÃO, o que é? ❓