Neste Artigo:

Árvores e arbustos podem crescer em vasos desde que sejam repotados regularmente. Um pouco de método e paciência permite levar a bom termo esta operação.

Texto e fotos Philippe Bonduel

Conselhos práticos

• Não negligencie a drenagem, mesmo em uma panela de terracota porosa: o solo está muito mais sujo do que no solo. Escolha substratos suaves e ventilados e sempre planeje uma camada de drenagem no fundo do recipiente (cascalho, etc.).
• Em caixas de madeira, as raízes tendem a penetrar nas paredes, impossibilitando a descarga. É no momento do plantio que você pode atuar: prefira um modelo com paredes removíveis ou duplas dentro da caixa com plástico bolha (ou equivalente) antes de encher com o solo.

Você repeliu várias vezes o envasamento da árvore que adorna seu terraço ou que você armazena em um canto do jardim. É hora de agir porque sinais óbvios de exaustão devem alertá-lo para: brotos doentios, folhas raras, flores ausentes...

"Superfície", que consiste em raspar e remover a camada superficial do solo para substituí-lo por uma mistura rica, torna possível inverter o processo de dois ou três anos. Além disso, é necessário renovar completamente a terra.

Descarregando com sucesso

A fase mais delicada é a remoção. Com o tempo, as raízes formaram um tecido denso que bloqueia a planta no vaso. Como o recipiente é geralmente um material nobre (como a terracota), o primeiro passo é remover a raiz sem danificar a panela.

Para salvar a planta, duas precauções são essenciais: a primeira é deixá-la seca pelo maior tempo possível, no limite da sede, para que a raiz se retraia. O segundo arranjo é colocar o pote em um bom tapete de jornais ou trapos, a fim de amortecer o máximo de choque possível durante o manuseio.

Recomenda-se a escolha de um local claro para trabalhar à vontade (jardim, garagem, etc.): irá limitar fortemente o risco de quebra de ramos. Uma grande lona estendida sobre o colchão de amortecimento permitirá que você recupere facilmente as quedas (terra, raízes, galhos) e, portanto, funcione corretamente.

Reutilize o mesmo pote

Com plantas de um certo tamanho, não é necessário trocar potes com cada operação. Eles podem muito bem ser reinstalados várias vezes no mesmo recipiente, desde que um máximo de resíduos de solo seja removido e o volume de raízes seja reduzido.

Como as ferramentas, a panela terá que ser limpa antes de adicionar um novo substrato para limitar o risco de contaminação.

O novo substrato deve ser bastante nutritivo e rico em húmus para regular a umidade e a aeração das raízes. Evite adicionar fertilizante até o crescimento visível da vegetação. Antes desta fase, a planta está em estado de choque e incapaz de assimilar esse efeito chicote.

Uma vez que o repotting é feito, a planta terá que ser regada muito copiosamente todos os dias: a terra assentará pouco a pouco e os possíveis vazios serão preenchidos.

Retire as raízes

Retire as raízes

Deslize uma lâmina macia (faca velha, régua de metal...) ao longo do torrão para soltar as raízes. Nunca use ferramentas rígidas, elas quebrarão as paredes.

Remova o solo e as raízes superficiais

Remova o solo e as raízes superficiais

Remova tanto garra da garra quanto as raízes da superfície. Enfatize as bordas para facilitar os movimentos de ida e volta do próximo passo.

Tire a bola de raiz

Tire a bola de raiz

Coloque a planta para baixo e use a base do tronco como uma alavanca para soltar a bola de raiz por empurrões. Ajuda pode ser bem-vinda para segurar o pote.

Elimine as extremidades

Elimine as extremidades

Na parte inferior, corte com um serrote uma laje de raízes antigas para eliminar as extremidades. Não remova mais de um quinto da altura total da bola raiz.

Raspe as bordas

Raspe as bordas

Complete a limpeza com raspagem severa das bordas do seu "bolo" de raiz. A operação dará espaço ao novo substrato e promoverá o aparecimento de radículas.

ameixa seca

ameixa seca

Termine pelo tamanho (opcional) das raízes médias. Em caso de dúvida, corte com moderação, o volume das raízes não deve ser muito menor do que o do chifre.

Dobre os galhos do carpinteiro

Dobre os galhos do carpinteiro

Dobre os ramos de carpinteiro em um garfo e podar as pontas dos brotos terminais. A seiva beneficiará melhor as raízes na formação.

Repot e água

Repot e água

Espalhe a drenagem e o novo substrato no fundo da panela. Coloque a planta e preencha com o solo do vaso, que você irá infiltrar entre as raízes com um pedaço de pau. Terminar com uma rega.


Instruções De Vídeo: Globo Repórter Primeira árvore do pau brasil continua cres