Neste Artigo:

Proprietários de casas que oferecem acomodação gratuita para seus filhos são uma prática bastante comum. Há, no entanto, regulamentos e dispositivos para saber e não negligenciar, tanto no lado familiar quanto no lado fiscal. Aqui estão algumas dicas práticas a considerar antes de alugar uma casa para o seu filho...

Aluguel grátis: conseqüências e regulamentos fiscais

Antes de alugar um alojamento gratuito para o seu filho, é aconselhável elaborar um contrato de arrendamento. O objetivo deste documento é proteger gratuitamente os pais e o filho beneficiário do alojamento. Com efeito, a elaboração de um contrato de locação esclarece a situação e evita mal-entendidos ou potenciais disputas com a administração ou com a família. Este documento deve mencionar as coordenadas das duas partes, a descrição da propriedade, a duração do contrato e em anexo o inventário de equipamentos.

O proprietário do locador (neste caso, os pais) mantém a possibilidade de rescindir a locação dentro de um período legal de 3 meses para uma casa alugada vazia (ou 1 mês para um apartamento mobiliado alugado), como para qualquer inquilino. Quanto à criança, ele pode justificar um endereço para todas as suas cartas administrativas.

Atenção, se o alojamento é alugado gratuitamente, é muito importante saber que as despesas não são dedutíveis na declaração de imposto (impressa n° 2044), neste caso, o imposto sobre a propriedade, os interesses de empréstimos e trabalhos realizados (como manutenção ou reparo). Em troca, nenhum imposto será devido pelo arrendador, uma vez que não há pagamento de aluguel (de acordo com o Artigo 15 do Código Geral Tributário).

Impacto na propriedade

Alugar moradia gratuita para o seu filho também tem impactos na propriedade. Deve-se levar em conta que esse "empréstimo" pode ser considerado como uma doação, na medida em que a criança que se beneficia da moradia economiza no aluguel. Esta doação pode ser comparada a uma parte de sua herança. Em caso de falecimento dos pais, os outros herdeiros têm o direito de solicitar que o valor dessa doação seja deduzido de sua parte da herança.

Para ultrapassar este tipo de situação, é necessário especificar por escrito (através do testamento em particular) que a doação será adicionada à herança e que a criança que beneficiou do alojamento pode reclamar a sucessão da mesma forma que a outros herdeiros.


Instruções De Vídeo: Airbnb ou Hotel, qual a melhor opção em Portugal?