Neste Artigo:

Vivemos em uma casa que remonta a 1973 (térrea térreo, paredes de concreto, com a entrada e o piso, blocos de brisa e tijolos duplos); as paredes externas permaneceram desde a construção em estado bruto coberta apenas com um revestimento de cimento; porém com muitas rachaduras que parecem estabilizadas desde então (sem vestígios de umidade); Entrei em contato com 4 empresas para fazer o gesso exterior; os processos são os mesmos, ou seja, a limpeza de fissuras, cobrindo uma tela de malha, revestimento; mas 2 me dizem que leva um revestimento com cal, os outros dois me dizem especialmente não, é preciso um tipo de revestimento RPE. Em quem acreditar?

A escolha do revestimento deve estar relacionada à natureza e condição do substrato. Para escolher o revestimento certo, ele deve ser sempre mais flexível do que o suporte, como é o caso das duas soluções propostas.

Um RPE (revestimento de plástico espesso) é um tipo de gesso pronto para uso. Composto por resinas copoliméricas, cargas minerais inertes e aditivos; permite proteger e decorar a parede, garantindo simultaneamente uma certa estanqueidade. Sua parede tem algumas rachaduras, esta é a razão que deve motivar as empresas a oferecer o RPE. Quanto ao revestimento com cal, deve ser realizado nas regras da Arte por um profissional reconhecido e após um reparo consciencioso das rachaduras. Assim implementado, durará muitos anos e permitirá que a parede "respire".

Uma sugestão: por que não aproveitar isso para obter isolamento térmico do lado de fora (ITE) que permitirá economias substanciais de aquecimento e, ao melhorar o DPE (diagnóstico de desempenho energético), melhorará a sua casa.

Sobre o mesmo tema

  • Perguntas / Respostas
    • Problemas de limite de propriedade em 5 questões

Isso pode lhe interessar


Instruções De Vídeo: Como fazer pedras artificiais revestir muros ou paredes