Neste Artigo:

Dentro da família de radiadores de aço, existe o radiador tubular, composto por tubos planos ou redondos. Muitas vezes encontrado na forma de radiador de toalheiro, pode tomar outras formas, mas não perde suas qualidades de aquecimento.

O radiador tubular

O radiador tubular

Como funciona um radiador tubular?

Como o radiador com painéis de aço e o radiador lamelar, o radiador tubular é um radiador de aço, mas também é encontrado em ligas de alumínio. Consiste em tubos soldados juntos. Estes tubos podem ser planos, redondos ou de qualquer forma. Eles também podem ser verticais ou horizontais. Nestes tubos circula a água quente que irá difundir o calor na sala.

Este tipo de radiador é frequentemente encontrado na forma de um toalheiro, porque os tubos são muito úteis para pendurar toalhas, mas os radiadores planos tubulares são hoje encontrados em pisos ou mesmo imitando radiadores de ferro fundido.

Há também radiadores tubulares com aletas, que aumentam a convecção do aparelho, formando uma espécie de chaminé onde circulará o ar. Estes radiadores são então encontrados em lojas ou fábricas, onde uma grande área deve ser aquecida.

Quais são as vantagens do radiador tubular?

Esta solução de aquecimento tem várias vantagens:

  • A temperatura sobe rapidamente
  • O aço é muito robusto e é anticorrosivo
  • A escolha de modelos e cores é vasta e eles podem ser feitos para medir,
  • O preço é razoável.

Este radiador é frequentemente encontrado em escolas ou em locais onde há equipamentos e pessoas para aquecer (fábricas, galpões, etc.), porque eles são muito resistente a geada.

Quais são as desvantagens do radiador tubular?

Este tipo de radiador tem algumas desvantagens:

  • A inércia térmica é fraca: esfria rapidamente uma vez,
  • Os modelos básicos não são muito estéticos.

Apesar destes pequenos defeitos, o radiador tubular é uma solução de aquecimento muito popular, porque é muito prático.


Instruções De Vídeo: Diferença entre Colmeia Brasada X Colmeia Tubular? (Radiador Tubular CONFIRA SE FUNCIONA?) 4º PARTE