Neste Artigo:

Em 1951, a Festo (agora Festool) lançou a primeira lixadeira vibratória no mercado e revolucionou o tratamento de superfície.

Festo

Um passo essencial na preparação de superfícies, lixamento diz respeito ao trabalho de carpintaria, reboco, bem como a carroçaria. Máquina versátil, a lixadeira vibratória adapta o número de oscilações ao material e ao revestimento trabalhado. É hoje uma das ferramentas elétricas mais utilizadas pelos DIYers. Seu design é bastante recente.

Em 1951, um engenheiro alemão, Gottlieb Stoll, colocou o primeiro "Rutscher" no mercado. Originalmente projetista de máquinas-ferramenta para madeira (ele havia desenvolvido, em 1927, uma das primeiras máquinas elétricas de madeira), co-fundador da empresa Festo (cujas máquinas elétricas tornaram-se Festool em 2000), ele se voltou para a fabricação de equipamentos para pessoas após a Segunda Guerra Mundial.
Naquela época, a demanda por reconstrução é mais uma vez decisiva no progresso técnico. E, como muitas vezes, esta invenção combina "descobertas" mais antigas ou mesmo ancestrais. Assim, o abrasivo vem de sucessivas melhorias na lixa: conhecida desde a Idade Média, diversificou-se no século XIX.e e XXeséculo para as necessidades das indústrias de gesso e metal.

Desde a invenção de Gottlieb Stoll, muito progresso foi feito. Já na década de 1960, as lixadeiras circulares, triangulares e de correia se multiplicaram.
Em 1982, a Peugeot lançou uma lixadeira vibratória com sistema de sucção. A partir da década de 1990, o atrito de rascunho compete com abrasivos de estribo e lixadeiras sem fio chegam ao mercado...


Instruções De Vídeo: Como lixar paredes - manual e elétrico #DIY • Oficina de Casa