Neste Artigo:

Quando surgem tempos difíceis, a situação financeira pode ser interrompida: pagar a hipoteca pode se tornar uma verdadeira dor de cabeça. Felizmente, existem soluções para lidar com esse tipo de imprevisto. Em termos concretos, é possível obter um diferimento de vencimento em sua hipoteca. Como está indo?

Adiamento da maturidade: quais são os empréstimos imobiliários?

Acima de tudo, deve-se notar que nem todas as hipotecas serão elegíveis para um diferimento. Esta opção é concebível para empréstimos de taxa fixa, revisáveis ​​ou mistos.

Suspender o prazo é impossível para empréstimos regulamentadosneste caso, o contrato de empréstimo, o empréstimo para a adesão social, o empréstimo in fine, o empréstimo-ponte, o empréstimo a taxa zero ou o empréstimo de poupança-habitação.

Sob quais condições obter uma prorrogação do prazo?

O prazo pode ser de duas formas: parcial ou total.
No primeiro caso, o adiamento diz respeito apenas ao capital. O mutuário continua a pagar juros e seguro de crédito. No segundo caso, apenas o pagamento do seguro é válido. O mutuário pára temporariamente de pagar o principal e os juros.

Deve-se notar que o prazo é, na verdade, uma pausa ou um intervalo reembolso de uma hipoteca. Esta é uma solução adotada para permitir que o mutuário "exploda" um pouco por causa de uma situação financeira precária (mas temporária). O ideal é aproveitar uma emenda ao contrato de hipoteca, que melhora os prazos de pagamento.

Os passos a seguir para ter um prazo

Desde o início, devemos agir rapidamente, antes acumular muito atraso em reembolsos de parcelas mensais de crédito. A partir do momento em que uma dificuldade financeira é encontrada, ações devem ser tomadas. Em seguida, recomenda-se fazer um pedido para a instituição mutuante, a fim de beneficiar de um atraso na sua hipoteca. É preciso saber que um único pagamento atrasado pode levar a uma presença para o arquivo de incidentes de reparo de crédito (FICP) listando os incidentes de reembolso. Este registro é um ponto muito negativo para o mutuário.

Uma carta de solicitação deve ser enviada com aviso de recebimento ao credor o mais rápido possível. Esta carta é acompanhada de anexos que explicam sua situação financeira. Essa correspondência inclui, entre outras coisas, os detalhes de contato do mutuário, as referências de arquivo e o período de adiamento solicitado. Também é aconselhável para explicar a situação e a razãos do pedido de prorrogação do prazo.

No caso em que a extensão dos prazos é concedida, os pagamentos mensais não pagos durante o período em questão será gasto no final do empréstimo. Deve ser entendido que a duração do empréstimo será prorrogado pelo período correspondente à suspensão do empréstimo.

Por fim, saiba que também é possível, em alguns casos, renegociar uma hipoteca com seu banco.


Instruções De Vídeo: