Neste Artigo:

A automação residencial, que faz uma casa inteligente, é uma tecnologia que está melhorando constantemente. Componentes básicos são, no entanto, necessários para o seu bom funcionamento.

Componentes essenciais

A automação residencial funciona como um circuito no qual componentes essenciais ocorrem. Um computador central está ligado a módulos receptores, transmissores e detectores. Este computador central permite que você controle tudo e configure tudo, não apenas tarefas automáticas (erga uma persiana ou inicie a cafeteira em um horário específico), mas também ações imprevistas. Por exemplo, ele pode fechar um obturador em caso de chuva.

Os outros componentes também possuem funções específicas:

  • O módulo transmissor recebe e transmite os comandos do computador central para o módulo receptor,
  • O módulo receptor conecta-se a uma tomada elétrica, recebe os eletrodomésticos e executa as tarefas,
  • O módulo detector participa da segurança da casa, detectando eventos incomuns (intrusão, quebra, etc.) e transmite as informações para o computador central.

Todos os componentes da automação residencial participam da programação e automação de tarefas e funcionam através de uma rede.

Domótica e rede

A rede utilizada para automação residencial é um componente essencial, embora não seja visível na prática. Várias redes podem ser usadas para comunicação do dispositivo:

  • Powerline ou CPL suporta as informações através dos cabos elétricos, mas usando um sinal em uma freqüência diferente do sinal elétrico,
  • Automação residencial sem fiousa ondas de rádio, infravermelho, Wi-Fi ou Bluetooth para se comunicar,
  • Cabos de automação residencial são cabos especiais, adaptados e centralizados em uma sala de distribuição onde todas as chegadas se encontram (telefone, eletricidade, Internet, etc.).

Todos esses componentes são necessários para o bom funcionamento da automação residencial.


Instruções De Vídeo: Conceitos de Automação residencial