Neste Artigo:

Se existe uma área onde a energia solar é desnecessária, é bom iluminar o exterior. Durante o dia, o sol proporciona seus benefícios às suas plantas e à noite, sempre graças a ele seu jardim brilha mil luzes! Mas como escolher uma lâmpada de jardim solar e organizar iluminação solar eficiente e ambientalmente amigável?

Os critérios para escolher uma lâmpada de jardim solar

o luzes solares são luminárias com um pequeno painel fotovoltaico que capta a radiação solar. Essa energia é armazenada em uma pequena bateria e, à noite, alimenta uma lâmpada LED.

Por isso, é importante que você escolha lugares ensolarados para instalar suas lâmpadas. Tenha cuidado, a terra gira em torno do sol e das sombras também! O que está no sol da manhã, pode estar na sombra da tarde...

Felizmente, você pode encontrar luzes solares com um sensor remoto. Você instala no lugar mais ensolarado e alimenta com um fio, uma ou mais lâmpadas que podem ser encontradas na sombra durante o dia.

E sensores de silício amorfo, tem a vantagem de poder operar mesmo quando o tempo está nublado.

Tome cuidado também com a qualidade dos sensores fotovoltaicos e da bateria. As lâmpadas vendidas a baixo custo têm uma duração de apenas 2 ou 3 anos. Em algumas luminárias de gama alta, as baterias são intercambiáveis ​​e protegidas contra os efeitos nocivos de uma descarga total.

Verifique se a superfície que protege o painel solar recebeu uma Tratamento UVisso prolongará sua vida.

Para iluminação ideal, escolha potência e autonomia suficientes:

  • 12 W de potência au mínimo.
  • um autonomia de pelo menos dez horas no verão, após um dia de carga e cerca de 2 a 3 horas no inverno.

Algumas luzes solares do jardim têm Libertação crepuscular, um detector de presença e um interruptor. Estes não são apenas dispositivos sem importância, muito pelo contrário. Porque as luzes solares que acendem sozinhas ao anoitecer também são uma fonte de poluição luminosa, permanecendo iluminadas por várias horas. Ser capaz de extingui-los ou prever que eles só serão acionados quando uma pessoa passa, é um importante gesto ecológico.

Vantagens e desvantagens das luzes solares do jardim

A primeira vantagem da iluminação solar ao ar livre é combinar ecologia e economia. Na verdade, ele permite que você ilumine seu jardim sem gastar um euro em eletricidade. Por outro lado, para possuir uma iluminação de boa qualidade, você terá que investir em bom material. Etiquetas pequenas para alguns euros, tão fofas que não são suficientes...

Felizmente, a escolha da iluminação solar é tão vasta quanto estética:

  • Faróis e Patos Solares todas as cores para destacar um beco ou a borda de um terraço.
  • Terminais solares ou poste de luz para iluminar o caminho que conduz à porta da frente ou para iluminar o terraço.
  • Projetor solar para iluminação potente.
  • Manchas solares em estacas ou recesso para enfatizar os maciços, um belo arbusto, etc.
  • Lâmpada de parede para instalar na parede.
  • Para a diversão de crianças e adultos, há luzes solares na forma de borboletas, flores, animais, etc. ou guirlandas de LED solares.

Iluminação solar é autônomo ver nômade. Não há conexão para fornecer e bainha para enterrar. E, além disso, gira sozinho ao anoitecer! No entanto, como mencionamos, é uma fonte de poluição luminosa.

Lâmpadas solares obsoletas devem ser consideradas como lixo eletrônico. Você não deve jogá-los na lata de lixo porque eles contêm metais poluentes.

A iluminação exterior solar é, portanto, uma opção ecológica muito interessante, desde que cumpra as regras relativas à poluição luminosa e à reciclagem de resíduos.


Instruções De Vídeo: Kit de Energia Solar por R$ 89,00