Neste Artigo:

Depois de comprar uma casa, e se você descobrir, uma vez instalado, sérios defeitos que existiam bem antes da venda? Várias soluções podem tirar você dessa situação ruim. O conselho legal do sistema D:

aconselhamento jurídico para defeitos ocultos de uma casa: que remédios após a compra

Possível ação contra defeitos ocultos

No caso de defeitos ocultos descobertos após a compra de uma casa, você pode pedir ao tribunal para cancelar a venda ou reembolsar parte do preço. Você ganhará se o vendedor for declarado responsável por defeitos ocultos. Para isso, o problema deve ser sério e não aparente no momento da aquisição. No entanto, a maioria das ações de venda contém uma cláusula que o vendedor não pode ser responsabilizado por defeitos que ele ignora. Esta menção não o priva de nenhum recurso, mas você terá mais para provar sua má fé...

Defeitos sérios e escondidos para uma garantia

Para colocar em jogo a garantia de defeitos ocultos, o defeito descoberto deve:

  • para evitar que você viva normalmente em casa;
  • ou reduzir tanto seu uso que você não o teria comprado, ou não a esse preço, se você soubesse disso.
O defeito deve, além disso, ser escondido! Em outras palavras, você não poderia detectá-lo no momento da venda, realizando as verificações básicas com a vigilância da casa que iria comprar.
Justiça, muitas vezes apreendida por esse tipo de litígio, especifica o esboço dessas condições.

O que é um vício oculto

Defeitos ocultos foram considerados:
falta de fundação, ruído de uma caldeira coletiva e até mesmo um defeito estético.
Neste último caso, o comprador descobriu que parte da sala principal não estava coberta. Não só os vendedores não informaram o comprador deste defeito, mas também o esconderam por um tapete durante as visitas. O vendedor foi condenado a devolver 11.000 € ao preço de venda, enquanto o trabalho de reparação custava 450 €.
Por outro lado, os defeitos ocultos não foram considerados:

  • a ausência de esgoto em uma antiga casa localizada em campo aberto;
  • Problemas de vedação quando havia espuma no telhado da casa e alvenaria.

Uma cláusula restritiva: defeito escondido oculto ou não aparente?

Vício oculto não significa escondido, mas não aparente. O vendedor pode, portanto, ser responsabilizado por defeitos que ele não sabia que existiam no momento da venda.
Para limitar essa responsabilidade, há um desfile: fornecer no contrato de venda uma cláusula de não garantido. Está presente em quase todos os atos de notários. Pode ser redigido, por exemplo, da seguinte maneira: "O novo proprietário tomará a propriedade em seu estado atual, no dia da entrada em uso, com todos os seus defeitos aparentes ou ocultos, sem recurso contra a primeira. proprietário por qualquer motivo ".
Esta cláusula é ineficaz em caso de má fé do vendedor. Para isso, o comprador deve provar que o vendedor estava ciente do defeito antes da venda.
O vendedor profissional (por exemplo: o promotor) é automaticamente considerado de má fé. Mas não o agente imobiliário. Intermediário entre o vendedor e o comprador, ele não é responsável por defeitos ocultos.
Por outro lado, um indivíduo pode ser considerado um profissional e não ser capaz de invocar o aviso legal. Exemplo: um vendedor projetou e instalou uma chaminé. A construção inadequada causou um incêndio. Sua responsabilidade foi mantida.

Diagnóstico técnico incorreto: vendedor responsável ou não?

O vendedor é obrigado a fornecer ao comprador um conjunto de diagnósticos técnicos. Por exemplo: presença, amianto, insetos xilófagos, chumbo em pinturas. Eles devem ser realizados por profissionais qualificados.
Mas, pode a responsabilidade de defeitos escondidos do vendedor se envolver se um diagnóstico é errôneo? Um vendedor de boa fé não é responsável. Por outro lado, se ele souber a falha, ele será declarado responsável mesmo se o diagnóstico for negativo. Esta é a posição tomada pelos tribunais. Neste caso, o vendedor havia escondido a presença de cupins, entupindo o dano causado por insetos. O diagnosticador não havia percebido a presença deles. Por causa de suas manobras desonestas, o vendedor foi considerado responsável.

Cancelamento ou redução de preço de imóveis

Se você digitar justiça por defeito oculto, você pode escolher entre dois tipos de procedimento:

  • solicitar um cancelamento da venda, envolvendo uma ação chamada incapacitante;
  • ou uma redução de preço com uma "ação estimada".
O juiz não pode impor nenhuma solução a você, mesmo se o vendedor invocar a possibilidade de reparar o defeito.
Se você optar pelo cancelamentovocê terá que devolver a propriedade no estado em que você a comprou. O vendedor irá reembolsar o preço pago, incluindo taxas (honorários de notário, juros acumulados...).
Se você preferir a redução de preço, o juiz pedirá uma perícia para estabelecer seu valor.
Em ambos os casos, a partir do momento em que você percebe o defeito, você tem dois anos para recorrer ao Tribunal Superior do local onde a habitação está localizada. Você deve ter um advogado.
Se a má fé do vendedor é estabelecida, você pode obter além de danos.

No velho: pensar em seguro contra danos

A garantia de defeitos ocultos é implementada principalmente no antigo setor imobiliário.
Para a compra de tal propriedade ser particularmente vigilante. Nenhum defeito aparente deve escapar de você. Eles serão tantos argumentos para diminuir o preço ou desistir da compra. Para defeitos visíveis descobertos após o fato, você não poderá invocar a garantia de defeitos ocultos.
Mas nem todos podem ser perdidos se estiverem ligados a extensos trabalhos de extensão ou renovação (menos de 10 anos de idade) e comprometer a solidez da habitação ou torná-la inabitável. Você pode colocar em jogo a garantia de dez anos e se voltar contra o artesão ou empresa que realizou o trabalho. O vendedor foi também capaz de subscrever para este trabalho um seguro-trabalho transmitido por 10 anos aos sucessivos proprietários da casa. Este seguro será responsável por compensar você.

Para descobrir mais sobre defeitos ocultos no mercado imobiliário

Você pode pedir ao seu Adil (agência departamental para informações sobre moradia): endereço no site anil.org ou por telefone no 08 20 16 75 00.


Instruções De Vídeo: Zé Neto e Cristiano - AMOR À PRIMEIRA ESQUINA - #EsqueceOMundoLaFora