Neste Artigo:

O livro de manutenção de condomínios tem sido obrigatório desde a década de 2000. Este documento, acessível a todos os coproprietários, atuais e futuros, lista um conjunto de informações relacionadas à manutenção do prédio. As explicações detalhadas para encontrar neste artigo.

O livro de manutenção do edifício

O livro de manutenção do edifício

Qual é o cronograma de manutenção de um condomínio?

Cada prédio do condomínio deve ter seu próprio livro de manutenção atualizado, prestado obrigatório desde 2000 pelo Lei SRU.

Tipo de inventário técnico de manutenção e trabalho feito no prédio, este documento informa o bom comportamento do condomínio ou, inversamente, reflete sua má manutenção.

A gestão da copropriedade deve parecer mais transparente, especialmente para os futuros compradores que possuem as informações necessárias à sua escolha de se engajarem ou não no condomínio.

  • O livreto de manutenção é elaborado e mantido pelo agente fiduciário da copropriedade, que também é responsável por suas atualizações.
  • Pode ser acessado por todos os co-proprietários ou comprador futuro, mediante simples pedido ao agente fiduciário. Os coproprietários também podem solicitar uma cópia.

Notar: Uma copropriedade possui apenas um livro de manutenção, mesmo que seja composto por vários edifícios. Cada edifício deve, no entanto, ser o assunto de um capítulo separado.

Quais informações devem conter o livro de manutenção do prédio?

O folheto de manutenção de um condomínio deve imperativamente aparecem em seu conteúdo as seguintes informações obrigatórias:

  • o endereço do prédio
  • a identificação do sindicato do condomínio
  • as referências dos seguros subscritos e suas datas de vencimento.

Outras informações úteis, mas não obrigatórias:

  • as datas de implementação das principais obras, tais como: uma remodelação, uma mudança de caldeira ou elevador, um facelift, uma modificação dos tubos, etc.
  • os avisos legais das diversas empresas responsáveis ​​pelas obras,
  • a referência de qualquer seguro-dano-trabalho em andamento,
  • as referências dos vários contratos de manutenção atribuídos a equipamentos coletivos e seus prazos de validade,
  • um cronograma de possíveis trabalhos futuros, já votado pela assembléia geral de coproprietários.

Notar: qualquer informação adicional solicitada pela assembleia geral de coproprietários (que terá sido votada por maioria simples) deve obrigatoriamente ser incluída no folheto de manutenção do edifício.


Instruções De Vídeo: TROCANDO LIVROS NO SEBO ? #Vlog | Nuvem Literária