Neste Artigo:

A arte da recuperação

Nada é perdido, nada é criado, tudo é transformado! Esse poderia ser o lema da "reciclagem". Reciclar, redigitar, restaurar, não faltam palavras para descrever essa atividade como nenhuma outra. Leva apenas um pouco de imaginação, uma pitada de engenho e uma boa dose de graxa de cotovelo para trazer de volta à moda a velha mobília decrépita. Qualquer trabalhador braçal não pode ignorar esta matéria-prima deixada à deriva. Esta semana, HandymanDuanche dá-lhe todas as dicas para se tornar uma recuperação profissional.


Ou encontre um tesouro

Para fazer a recuperação você precisa acima de tudo o material. Se você não sabe onde procurar, comece a olhar em volta.
Na cidade, a mobília não está faltando. Basta caminhar pelas calçadas tarde da noite para descobrir uma infinidade de objetos abandonados, alguns em perfeitas condições de funcionamento. Se você está procurando uma cadeira, cama ou gaveta ou escrivaninha, certamente encontrará sua felicidade na virada de um beco. Lixeiras e outros aterros são também viveiros de peixes.
Se você não encontrar sua felicidade na voz do público, ainda poderá percorrer os diferentes sites que oferecem presentes ou trocas de qualquer tipo de objeto, como rechr.net, digitroc.com, donatoo.com ou scraper.com.
Você também encontrará móveis esperando por você nos salões de vendas dos companheiros de Emaús, que estão cheios de tesouros à espera de serem descobertos a olho nu, sem mencionar os mercados de pulgas e os pombais vazios.

Saiba como encontrar boas descobertas

sabe como fazer boas descobertas

Se tudo é bom para jogar, tudo não é necessariamente bom para recuperar. Antes de investir tempo e recursos para restaurar uma peça de mobília, certifique-se de que vale a pena. Qualquer que seja o objeto ou a mobília, em primeiro lugar deve-se verificar se não chove sob umidade e mofo. Se for madeira, certifique-se de que ela não seja comida por térmitas e outros xilófagos, cuja presença será indicada por uma infinidade de pequenos buracos negros na superfície do móvel. Se for metal, verifique se não está enferrujado. Certifique-se de que as fixações de móveis são sólidas (mortised, coladas, aninhadas...) e não precisam ser completamente redesenhadas. Saiba que às vezes as peças de escolha estão escondidas em destroços. Você pode recuperar apenas alguns móveis ainda em bom estado, como espelhos, pés, bandejas ou alças. Sinta-se livre para pegar matérias-primas, como pranchas de madeira velhas ou pedaços de tecido, couro ou arame que sempre serão úteis.

As técnicas de recuperação

Para personalizar móveis antigos, algumas pinceladas infelizmente não são suficientes. Primeiro de tudo, você precisa limpo perfeitamente o seu objeto, para isso, aconselhamos a utilização de lixívia alcalina (tipo Saint-Marc). Para móveis de madeira, é necessário uma boa decapagem, ou mesmo um preenchimento de fissuras, se necessário. Depois, há maneiras diferentes de dar uma segunda vida aos móveis. Você pode patiná-los por um efeito matizado e antigo. Mas também marrom-los para uma aparência chamativa e barroca. Você também pode ceruse-los, para dar a sua mobília um ar tradicional e moderno ao mesmo tempo. Se a tinta não o tentar, pode optar por mascarar, cobrir os seus móveis com todos os tipos de papel ou estofar, cobrindo-os com tecidos ou papel de parede.

As vantagens da recuperação

As vantagens da recuperação

Se a reciclagem é um hobby para alguns, é para os outros um meio de subsistência real. Nos últimos tempos, lojas começaram a florescer nas grandes cidades. Apaixonados pela reciclagem e pela bricolagem, transformam móveis antigos em peças únicas e depois vendem-nas. É assim que a loja Caminhão princesa foi aberto por Barbara e Christine que oferecem suas criações brilhantes e travessos. Como a reciclagem é um conhecimento que é transmitido, a Princess Truck montou oficinas de iniciação para a restauração.

Em um momento de desenvolvimento sustentável e reciclagem, é hora de dar um segundo fôlego a todos esses móveis abandonados, que ainda têm bons dias na frente deles.


Instruções De Vídeo: QUEM É VOCÊ NA RECUPERAÇÃO? - PARA NA ESCOLA | PARAFERNALHA